Kokocast

O Espetacular Homem Aranha

Marcos X-Salada 9 de julho de 2012 Opinião 6 Comentários
O Espetacular Homem Aranha

Nesse ano os super-heróis estão em alta no cinema. Teremos 3 grandes filmes com o tema, e todos com personagens de primeira linha. Os Vingadores já se firmou para muitos sendo uma ode aos quadrinhos e um divertido filme para se ver com os amigos ou família, e é o fechamento de 5 outros filmes bem legais de super-heróis (Homem-de-Ferro 1 e 2, Hulk, Capitão América e Thor). Batman – The Dark Knight Rises é o fechamento da trilogia do Cristopher Nolan, que produziu dois fantásticos filmes sobre o Homem-Morcego e vem apostando tudo nesse último filme.

Além desses dois, um reboot de Homem-Aranha acabou de chegar aos cinemas. Com um novo elenco e uma proposta diferente, mostrando um Peter Parker mais novo, apaixonado por Gwen Stacy, tendo problemas com Flash Thompson e apanhando no colégio. Porém seguindo a mesma trilha do aranha clássico.

A escolha do Lagarto foi um acerto, não tiveram que lidar com nenhum dos vilões já colocados nos filmes anteriores e mesmo assim ter uma boa briga. Existe uma mistura entre o universo normal e o Ultimate nesse filme, então não esperem que todos os elementos se comportem de maneira sempre engraçadinha, porém o clima teen é algo que sempre se mostra presente.

O que me incomodou bastante, na verdade, foram os sons. O exagero de músicas e efeitos sonoros desnecessários. Muitas vezes querendo forçar um clima que não existe no momento, ficando falso e raso.

No fim das contas recomendo o filme. Eles conseguiram fazer uma cena em que o Stan Lee aparece de verdade, sem ser apenas um spin off para fãs procurarem e é bem legal. Enfim, vejam e tirem suas próprias conclusões, mas para mim foi o melhor filme do Aranha já feito. Ação, explosões e uma namorada que age ativamente na trama ao invés de ser apenas um rostinho bonito. E se você ainda pensa em não assiti-lo por ser o “Wardo” como Homem-Aranha, lembre-se que ele tem a derrota e a irrelevância estampadas na cara, assim como Peter Parker também sempre teve.

P.S.: Mais um filme que o 3D é falcatrua. Economize e veja normal.

P.S.S.: Só da Gwen Stacy não ter cara de 40 anos como a Mary Jane nos filmes anteriores já é de se valorizar.

Like this Article? Share it!

About The Author

6 Comments

  1. Charles A. Moreira 10 de julho de 2012 at 2:48

    Acabo de chegar do cinema e vi a chamada pro post no fb. Tive que ler. Concordo com o que disse o Marcos, o filme está excelente, rolou redondinho. O som não me incomodou, a única coisa que achei falcatrua é a maneira como ele foi picado. Sem spoilers, mas quem assistiu, há de convir que a maneira como ele chegou a este ponto foi um tanto: cara, não tem outra solução, bota ele aí de qualquer jeito pra ser picado e já era.

    Mas tirando isso, cenas engraçadas sem virar pastelão, cenas de ação que não são fantasiosas demais, ágeis e que pareciam realmente verdadeiras. E a última imagem do filme, AMAZING!!

    E também concordo que a Emma Stone como Gwen Stacy é muuuuito melhor que Kirsten “cara-de-lua” Dunst interpretando Mary Jane. Além de ser muito mais gatinha (aliás meu sonho de consumo desde Zombieland), a Gwen tem um papel muito mais importante na trama do que tinha a Mary Jane dos filmes antigos. Sinceramente, estou pensando até em gastar mais uma grana e assistir novamente!!

    • Marcos 11 de julho de 2012 at 12:25

      É cara, esse é meu problema com o som, parece que ele não pensado por completo e em algumas partes foi apenas jogado.

      E, po, tava conversando com o Barba e, na boa, ele é o único cara que deve preferir a Kirsten Dunst à Emma Stone hahahahaha

      Aliás, ela manda bem em Zombieland mesmo.

  2. Aline Valek 10 de julho de 2012 at 20:51

    Nossa, você falou algo que eu já tinha esquecido! A trilha sonora é horrível, parecia até novela mexicana. Ficou forçado mesmo.

    Mas, poxa… Depois da sua resenha e da Fabi, eu até tô gostando mais do filme, sabia? haha

    • Marcos 14 de julho de 2012 at 20:57

      Na hora que eu tava vendo já tava me remoendo por causa disso hahaha

  3. Fabiane Secches 12 de julho de 2012 at 2:19

    Marcos, eu *adorei* seu texto. Mesmo.

    Você falou de coisas muito legais que eu não mencionei no meu, mas também percebi e gostei, como o fato de Gwen não ser apenas um rostinho bonito, mas participar ativamente do filme.

    Deu vontade até de assistir de novo. Sem 3D agora, pra ver se a diferença que eu senti foi mesmo balela. ;-)

    Beijos.

    • Marcos 14 de julho de 2012 at 20:58

      Po, eu achei o 3D muito falcatrua, de verdade. Depois fala se mudou muito hahahah

      (=

Leave A Response